Umas, novas, Idéias

Saturday, February 18, 2006

A hibrida festa dos Kano

Nesta sexta-feira o acaso resolveu aparecer e nos mostrar sua importancia. O amigo e escritor de futuro Ivan me convidou para participar do aniversario deseu irmao André num barzinho das redondezas. Confeso que relutei por varios motivos, comonao estar adequadamente trajado para tal acontecimento onde certamente haveria um olhar atento e perspicaz de jornalistas de varios orgaos de imprensa do estado do Rio de janeiro. Passado o meu chilique Vera Loyola, resolvi aceitar o tao amigavel convite de Ivan e partimos para o bar. Um clima muito agradavel e um ambiente interessante cercavam o local alem, é claro, das muitas pessoas interessantes que por la conhecemos. Depois de alguns bons minutos conseguimos chegar ate a mesa e nos sentar para interagir com os outros convidados. Assim conhecemos daniela, fotografa de um importante jornal de Niteroi, que nos brindou com suas interessantes estorias, seu gauchesco e belissimo sotaque e com sua simpatia ( eufemismo que aqui uso para falar de sua beleza); em seguida, tivemos o grande prazer de falar com Fabiola. Menina interessante, jovem, inteligente e com tantos outros possiveis adjetivos que seria pequeno este blog para estender minhas impressoes. Colunista do JB na area de moda, gastronomia, saude e beleza, Fabiola foi extremamente simpatica e decorremos sobre diversos assuntos desde a decadencia da humanidade ate a poesia e suas inumeras formas de leitura. Quero aqui reiterar que comentarei em breve, nesse mesmo blog, uma de suas proximas colunas e indicarei o numero do JB em que fora publicada. A noite findou-se as quatro da manha quando ainda pudemos, eu e Ivan, parar numa lojinha de conveniencias e comer um saboroso pao de queijo gigante que deixaria a velhinha da casa do pao de queijo com inveja e recalques diversos. Termino o texto pedindo desculpas pela linguagem coloquial e pelos inumeros acentos que deixei de colocar e justifico pelo fato de estar utilizando um teclado de origem francesa, que nao me fornece todos os caracteres necessarios para fazer o bom uso da lingua, sem duplos sentidos, ao menos por enquanto. Quero agradecer ao amigo Ivan e a seu irmao pela noite bacana e por terem me proporcionado conhecer pessoas tao interessantes como Daniela e Fabiola. De fato o Cla dos Kano sabe recepcionar bem seus convidados. Sem mais delongas acabo o texto com a felicidade do entrelugar tao comum aos acasos possiveis.

3 Comments:

  • At 1:33 PM, Anonymous Pamina said…

    Maravilha...

     
  • At 1:03 PM, Blogger Tatiana said…

    Pequenos momentos que valem à pena serem vividos. Leves, descompromissados e felizes.

    O que aconteceu com teu blog? Mudou?

     
  • At 11:18 PM, Blogger Marlon Magno said…

    É, várias mortalidades, Otavio. E o Ivan, chupou ou não chupou o pão de queijo?

     

Post a Comment

<< Home