Umas, novas, Idéias

Thursday, August 31, 2006

Repensando-te


Ao casal de amigos Leonardo Gurgel e Priscila, esse pequeno texto e desejos de felicidade.
Não lembro bem. Todas as manhãs tem esse retrato de lembrança preso a janela. O corpo e os braços estendidos sobre outro corpo. Acordei ao seu lado. Te ver dormir assim, esvaziada de sentido, cheia de silêncio, me faz lembrar aquele beijo que um dia imaginei te dar e jamais pensei ser real. Os teus lábios resistindo ao tempo, repetindo uma emoção renovada e rápida, que se perde depressa e ressurge na necessidade de lhe beijar novamente. Daqui a pouco você acorda e chama meu nome, ou um apelido que só nós conhecemos. Ao teu lado, as palavras se desdobram e nem precisam completar frases ou idéias. São apenas palavras. Gestos de lábios e bocas, prenúncio de beijo. Vejo suas costas levemente descobertas, cabelos soltos. Tudo em você me parece tão irreal que penso em desistir. Me aproximo e teu perfume me lembra que já estamos muito distantes desse mundo. Nosso chão é diferente e sobreposto a todas essas coisas banais da sobrevivência. Posso ser tolo às vezes, errar às vezes, assim como você também o faz, mas estamos sempre resistindo, um ao outro e se entregando um ao outro, todas as vezes que parece ter chegado ao fim. Você dorme tão bonita, mais bonita que no tempo em que eu dormia sozinho, imaginando teus olhos fechados, indigentes desse mundo. A Janela anuncia um novo dia. Uma outra voz nascendo junto ao sol. Fecho a cortina, só os teus olhos me fazem amanhecer.

2 Comments:

  • At 9:51 PM, Anonymous Leonardo said…

    Valeu Dr. otavio !!! vc me emocionou !!!.. vc realmente dispensa apresentações !!!!!
    Brigadão irmão !!!

     
  • At 4:35 PM, Anonymous Cb said…

    putz

     

Post a Comment

<< Home