Umas, novas, Idéias

Sunday, July 02, 2006

FOTOGRAFIA MÓVEL



Como se não houvesse volta,
Ela passa.
Com ar indecente
De irrelevante devassa
Ignora continentes
E, com segurança, disfarça
Qualquer possível interesse pela vida.
Não volta e restaura no peito
O desespero da aorta
Reivindica o que falta – e falta? –
E mesmo se não for assim,
Ainda sobra
E rebate o ar, num passear ileso
De quem recebe, ignora
e aborta.

4 Comments:

  • At 11:24 PM, Blogger Pamina said…

    sou eu

     
  • At 6:16 AM, Blogger Fabiano Morais said…

    devassa (a cerveja) nunca é irrelevante.

     
  • At 12:10 PM, Anonymous Ivan Ciclobásico said…

    tem seus momentos, o texto. Poema é um problema, quem se vê que se veja... Reverendo, já tomou uma baden baden?

     
  • At 10:27 AM, Blogger Fabiano Morais said…

    quê isso, ciclobásico, tá me estranhando?

     

Post a Comment

<< Home