Umas, novas, Idéias

Wednesday, November 22, 2006

Acorda que vai cair, porra!


Outro dia fiquei imaginando porque algumas pessoas encontram grandes problemas onde um simples ato pode resolver tudo. Pensar é uma merda, pois de uma idéia ridícula como essa vamos desdobrando outros caminhos reflexivos que, de uma forma ou de outra, sempre levam a pensar em tudo como se dissesse respeito a nós mesmos. O sujeito realiza a ação ou as ações, essa é a estrutura de oração que conhecemos pela escola e pelas gramáticas tradicionais, mas vejam só, se o sujeito não pratica ações ele não é um sujeito e daí desencadeia uma série de desconstruções que vão desde a sintaxe até a morfologia. Essa é a merda de pensar, fugi da idéia em si pra explorar como a construi textualmente. E depois não é só isso, de repente surgem aquelas insanas questões de quem desconhece uma determinada situação mas mesmo assim se acha capaz de refletir sobre ela tipo: Como será ser pobre no Japão? ; Como será ter sindrome de down no leblon? ; Por que não nasci em 1950 pra ter vinte anos na copa de setenta? E daí surge o medo de nunca solucionar questões como essas. Na verdade tudo iso não passa de carícia do cérebro pra disfarçar as verdadeiras aflições que nos cercam e que vão do dinheiro pra comprar o pão até aquele amor que um dia você ainda consegue escquecer. Pensar me faz ter dois trabalhos que nunca se anulam. O primeiro consiste no simples entendimento básico das coisas que me cercam e que agem ou reagem em minha vida. O segundo produz escalas maiores de um hormonio que não sei o nome, mas que afeta diretamente tudo aquilo que imagino e só. Perceber o real como ele nos é apresentado é muito difícil, tanto na aceitação como na inclusão. Gosto de chegar da janela e ver a enorme parede sem reboco e de tijolos tortos que o vizinho achou por bem deixar assim. Ver é pensar distraído, outra vez esa tela.

1 Comments:

  • At 5:28 PM, Anonymous meire said…

    Nossa não quero pensar sobre o que li agora é melhor olhar distraída ....

    Pensar toda hora na realidade é por demais cansativo!!!

     

Post a Comment

<< Home