Umas, novas, Idéias

Saturday, March 04, 2006

FADO ANTIGO



À SAMARA


Na poeira Sebastiana do fado antigo,
Por terra caiu Camões: entristecido.
Após duro golpe de pena e arma.

Eis que uma voz,
Vinda de uma mesa no fundo do café
Rompe o silêncio das pessoas
Que já procuravam trocados
Para dar de esmolas ao caolho:

- “Levanta-te Camões!
De joelhos está Portugal e não você.
Ergue a tua pena
E refaz o teu poema.
Fique de pé e leve por toda parte
Esse teu canto glorioso de engenho e arte.”

O homem de lábios ressequidos
Seca a lágrima solitária do seu rosto
Dentre rugas e disfarces de pobreza
E mesmo do chão olha para a mesa
Reconhecendo aquela voz pelo chapéu:


- “ Mas Pessoa,
Eu que já perdi tantos amores,
Fui expulso de minha pátria,
Mesmo que por ela, em batalha,
Tenha perdido um olho?!!!
E os meus versos?
Estes mesmos que salvei a nado
Agora naufragam
Entre cidades e serras
E se encontram recortados
Nas antologias escolares do Passado.”

Quem tencionava oferendar uns trocados
Virou de costas, para mais aliviado,
Continuar seu café em mesa e balcão.
E podia se ouvir num coro quase de silêncio:
- “Ah! É só Camões, o poeta da nação.”


Camões, cabeça baixa, mãos já secas,
Singrava o chão sem nenhum trocado,
Direto pra porta de saída
Querendo nunca ali ter entrado.

Pessoa, triste companhia,
Lamentava o poeta que se perdia,
E escrevia à Sá Carneiro outra elegia:
Uma carta-poema falando do caso.

No balcão, Caeiro e Campos conversavam.
(sobre rebanhos ou sobre opiários?)
Reis escrevia outro poema a Lídia.
Todos os Pessoas tomavam um café...

Camões se arrastando pelas ruas da cidade
Viu uma mulher em cima de um banco
A olhar pro horizonte fixamente:
- “O que esperas senhora, o que esperas?”

Sem tirar os olhos do firmamento
A mulher respondeu de momento:

-“ Dom Sebastião, meu filho. Um dia Ele volta!”

3 Comments:

  • At 5:44 PM, Anonymous Pamina said…

    Meu meu meu poema!!!

    'No balcão, Caeiro e Campos conversavam.
    (sobre rebanhos ou sobre opiários?)
    Reis escrevia outro poema a Lídia.
    Todos os Pessoas tomavam um café...'

    Ja esta no meu diário, ha muito tempo...
    Genial, como tudo que escreve...

     
  • At 8:50 AM, Blogger Máximo Heleno Lustosa da Costa said…

    Bom. Gostei. A idéia dos poetas no café é muito boa... muito bom. Valei.

     
  • At 8:51 AM, Blogger Máximo Heleno Lustosa da Costa said…

    bom. muito bom. gostei da idéia dos poetas de Pessoa bebendo juntos num café... muito bom... valeu.

     

Post a Comment

<< Home